Onde foram parar nossos líderes?

Olá colegas, tenho refletido muito sobre o que me parece ser um “apagão da liderança” no Brasil. Esse assunto foi tratado há alguns anos pelo escritor e palestrante César Souza.

Vejam que o assunto é muito pertinente em um momento em que as maiores lideranças políticas brasileiras encontram-se envolvidos em escândalos de corrupção.  A falta de consenso sobre uma nova liderança inspiradora tem angustiado os brasileiros. E nesse momento há o risco de se apostar em aventureiros que nem sempre estão preparados para o tamanho do desafio de liderar um país tão complexo como o Brasil.

Mas não é apenas na política que vemos esse fenômeno. Assumir o papel de liderança dentro das organizações envolve assumir grandes responsabilidades.  Em 2014 vimos isso ocorrer na seleção brasileira, com o choro do capitão Tiago Silva antes da cobrança dos penâltis. O  primeiro gol da Alemanha na semifinal foi decorrente de um erro de marcação do  capitão substituto David Luiz. Sua atuação se tornou apagada a partir de então. Ele perdeu a capacidade de liderar o grupo para a necessária reação diante do placar adverso.  A ausência do líder informal Neymar Jr também contribuiu para o resultado negativo.  Se analisarmos o perfil dos capitães das seleções vitoriosas de 1958,1962, 1970, 1994 e 2002 podemos ver que que eles possuíam algumas características em comum.

Segundo Peter Drucker “Liderança é a capacidade ou habilidade de influenciar e inspirar pessoas”.

No livro “Liderança Ética e Servidora“, publicado pela Editora do IFSC em 2014 trazemos algumas reflexões sobre a importância de um novo tipo de liderança para os Institutos Federais. Nele mostramos que há muitos mitos sobre liderança que precisam ser combatidos. Líderes não nascem prontos. É possível desenvolver habilidades de liderança ao longo da vida. Podemos desenvolver nossos estudantes desde cedo para o exercício da liderança servidora.  Na Alamo Colleges (EUA) há um programa de Leadership desenvolvido para empoderar estudantes com dificuldades de aprendizagem.

https://www.alamo.edu/district/sli/leadership-program/

O livro Liderança Ética e Servidora começou a ser escrito em 2012, quando atuei como Reitor pro tempore do IF-Farroupilha. Diversos servidores me solicitaram que a Reitoria desenvolvesse programas de capacitação dos Diretores sobre boas práticas de gestão escolar e liderança. Nesse momento, entendi que tinha por obrigação escrever mais sobre o assunto já que os Institutos Federais se constituem em uma experiência recente e inovadora na educação brasileira. Sua característica multicâmpus é um desafio adicional porque é preciso equilibrar a centralização de ações sistêmicas na Reitoria com a necessária autonomia dos câmpus sem perder de vista a necessária identidade institucional.

Em 2013, ao ocupar a função de Reitor pro tempore do IFPR, levei comigo a experiência de ter atuado como Reitor interino do IFSC (em 2011) e do IF-Farroupilha em 2012. Sabia que deveria promover a ideia da liderança ética e servidora para superar a crise de confiança que se instalou após a Operação Sinapse desencadeada pela Polícia Federal.

Por isso também criamos no IFPR o Programa de Desenvolvimento dos Servidores.

Depois de 4 anos pesquisando sobre a expansão da educação profissional e tecnológica durante o doutorado e de ter lido dezenas de livros na área de desenvolvimento, história da educação, inovação e políticas públicas percebo com muito mais clareza o papel que deve ser exercido pelos novos câmpus, por meio de seus servidores e estudantes, na articulação dos agentes públicos e privados de cada município com vistas ao desenvolvimento regional. Ou seja, os novos câmpus também devem e podem assumir um papel de liderança institucional.

A seguir apresento alguns artigos que tratam sobre o assunto.

É tudo por dinheiro e poder nas empresas

https://periodicos.ufsc.br/index.php/gual/search?subject=Gest%C3%A3o%20universit%C3%A1ria

http://www1.folha.uol.com.br/livrariadafolha/1250345-livros-sobre-lideranca-omitem-os-detalhes-sordidos.shtml

http://epocanegocios.globo.com/Inteligencia/noticia/2014/07/onde-estao-os-bons-lideres.html

http://epocanegocios.globo.com/Informacao/Visao/noticia/2013/03/quem-precisa-de-lider.html

https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/135917/101_00068.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Atenciosamente,

Prof. Jesué Graciliano da Silva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s