Combate à evasão e Big Data

No início de 2013 foi criada a Diretoria de Estatísticas e Informações Acadêmicas ligada à Pró-Reitoria de Ensino.  Uma grande iniciativa. Sabemos que se não podemos medir, não podemos melhorar e não podemos comparar.  A partir da análise de indicadores é possível o enfrentamento do problema da evasão e de outros que impedem o sucesso de nossos estudantes.

A evasão é um problema antigo e vem desde o início da implantação da Escola de Aprendizes e Artífices. A comprovação desse fato está no livro do prof. Alcides (da Escola de Aprendizes e Artífices ao IFSC – página 30). Diversas gerações de dirigentes já enfrentaram o mesmo problema, sem aparente sucesso.  Atualmente temos ao nosso lado as novas tecnologias e um quadro de servidores preparado para esse desafio.

Muitos dizem que a evasão é inerente ao processo de ensino-aprendizagem.  Temos a convicção de que uma parte da evasão independe de nossos mais nobres esforços. Mas há uma parte dela que depende de nosso planejamento, da qualidade e didática de nossas aulas, da qualidade de nossos laboratórios, de nosso apoio pedagógico, de nossa interação com o mundo do trabalho, da assistência estudantil e existência de monitoria.

Compreender estatisticamente o que leva um aluno a desistir antes que isso ocorra é nossa pretensão. Temos lido muito sobre o assunto, encontrando trabalhos interessantes nesse sentido. Disponibilizamos alguns textos, teses e artigos no wiki.

http://wiki.sj.ifsc.edu.br/wiki/index.php/Combate_%C3%A0_evas%C3%A3o

Iniciamos uma rica discussão sobre o assunto com alguns colegas do campus São José. Há diversas iniciativas possíveis. Mas penso que não devemos reinventar a roda. Devemos conhecer o que já tem sido feito no mundo para combater a evasão e aproveitar as boas práticas. Devemos conhecer quais são as técnicas mais avançadas e colocá-las em prática.

Uma das técnicas que podemos utilizar é chamada de BIG DATA.

BIG DATA é o conjunto de soluções tecnológicas capaz de lidar com dados digitais em volume, variedade e velocidade inéditos até hoje. Na prática, a tecnologia permite analisar qualquer tipo de informação digital em tempo real, sendo fundamental para a tomada de decisões.  Usar o BIG DATA para predição da evasão e para melhorar o desempenho dos alunos já é uma possibilidade viável.

Para conhecer mais:

http://oglobo.globo.com/infograficos/bigdata/

Também recomendamos a leitura de alguns livros importantes que podem ser adaptados para o contexto da educação. Um deles é “O PODER DO HÁBITO”. “Com base na leitura de centenas de artigos acadêmicos, entrevistas com mais de trezentos cientistas e executivos, além de pesquisas realizadas em dezenas de empresas, o repórter investigativo do New York Times Charles Duhigg elabora, em O poder do hábito, um argumento animador: a chave para se exercitar regularmente, perder peso, educar bem os filhos, se tornar uma pessoa mais produtiva, criar empresas revolucionárias e ter sucesso é entender como os hábitos funcionam. Transformá-los pode gerar bilhões e significar a diferença entre fracasso e sucesso, vida e morte.”

http://www.objetiva.com.br/livro_ficha.php?id=1177

Nesse novo semestre que se aproxima é possível a aplicação dessas técnicas. É possível fazer diferente. Mas para isso precisamos conhecer nossos números mais importantes.

Atenciosamente,

Jesué Graciliano da Silva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s